Cursos de idioma no exterior
 

 

Orçamento grátis!

Clique e compare

Calcule o preço

 

Desde 2002

mais de 24 mil clientes,

com 98% de satisfação

Nós te aconselhamos

 

Garantimos o melhor preço!

Se você encontrar uma oferta melhor,

Nós cobrimos a diferença!

Nossos preços

 

Uma das agências europeias

mais credenciadas

 

Sobre a StudyGlobal

 

Ofertas Especiais

para Amigos e Grupos

 

Confira nossas promoções

 

As escolas são certificadas

e inspecionadas

regularmente

Busque seu curso ideal

 

Receba uma Oferta Personalizada

em apenas

1 dia útil

Solicite seu orçamento

 

Estudantes de mais de 50 países

estudam e viajam

conosco todos os anos

Depoimentos

 

110 Destinos,

Escritórios em 6 países

 



StudyGlobal Intercâmbio de idiomas no exterior

Informação útil para sobre a sua viagem

Abaixo daremos informações sobre assuntos relacionados a sua viagem. Serão tratados temas que nós acreditamos serem úteis ao viajar para um país estrangeiro. Estaremos fazendo constantes atualizações. Visite-nos frequentemente para novidades.

 

 

Choque cultural

Definição: descrito como a ansiedade sentida por alguém que se muda para um novo ambiente. Expressa o sentimento de não saber o que fazer ou como fazer coisas novas.

Motivos para o choque cultural:

  • O idioma
  • Como usar itens diários como caixas eletrônicos, telefone e etc.
  • Como se deslocar na cidade
  • O que é apropriado e o que não é


Sintomas do choque cultural

Os sintomas do choque cultural podem aparecer em momentos diferentes. Muitas pessoas sentem os sintomas quando a empolgação da novidade de estar no exterior reduz e é substituída pela rotina diária após algumas semanas. O momento exato que o choque cultural atua e a sua intensidade depende de cada pessoa. Alguns, mas não todos os sintomas, são:

  • Tristeza, solidão e depressão
  • Preocupação com a saúde
  • Alergias e dores
  • Insônia ou muito sono
  • Mudança de comportamento em determinadas situações – excesso de raiva, sensação de impotência.
  • Variação de humor (mudança entre felicidade e tristeza muito constante)
  • Incapacidade para resolver problemas
  • Insegurança e sentimento de não pertencer ao lugar
  • Saudade extrema

Os quatro estágios do choque cultural

Cada um vivencia a experiência do choque cultural diferentemente. Algumas pessoas não sentem os estágios na ordem normal, e alguns podem pular estágios. A duração de cada estágio também pode variar.

  1. Primeiro estágio: Você se sente muito feliz com a sua decisão e seu novo ambiente. Tudo é muito interessante e empolgante. Esse estágio também é conhecido como a Lua de Mel.
  2. Segundo estágio: Você começa a enfrentar desafios e passa a se sentir insatisfeito com a sua vida no exterior. Sua comunicação com as outras pessoas em outro idioma causa dificuldades e gera problemas. Você começa a sentir que sua cultura e seus costumes são melhores que os do local que você vive, e que estes não fazem sentido para você. Neste estágio é comum sentir raiva, infelicidade, depressão e solidão.
  3. Terceiro estágio: Você pode levar com bom humor os problemas de comunicação e a diferença cultural. Você não se sente tão perdido como antes e está mais confortável com sua nova vida. Você passa a traçar novas metas e vê oportunidades no seu aprendizado.
  4. Quarto estágio: Você reencontra o equilíbrio. Os fatores positivos da cultura estrangeira se encaixam com a sua cultura. Você passa a se sentir integrado ao local e vê satisfação na sua escolha de estudar no exterior.


Choque de reentrada

O choque de reentrada acontece quando você retorna ao seu país e começa a sofrer o choque cultural novamente. Você pode ter:

  • Problema para se readaptar a sua vida antiga, uma vez que seu intercâmbio mudou sua visão de mundo.
  • Sentir que você mudou, mas as pessoas ao seu redor preferem a pessoa que você era antes
  • Problemas de adaptação por ter se habituado a sua vida no exterior e em uma cultura diferente e sente que está perdendo ao estar de volta.


Como enfrentar o choque cultural

O primeiro passo é tratar os sentimentos do choque cultural como normais. Você não está sozinho. Se você precisar conversar com alguém, por favor, sinta-se a vontade para falar com qualquer membro da escola afiliada. Se você sente que precisa de mais ajuda, por favor peça ajuda. Quanto mais cedo você falar sobre o tema, mais fácil será de se adaptar a sua nova vida com sucesso.

Outras formas de enfrentar o choque cultural são:

  • Participar de atividades e tentar fazer novos amigos
  • Ter um hobby
  • Nunca se esquecer das vantagens da sua nova vida
  • Encontrar o seu “Oasis” ou lugar onde você se sinta confortável (um café, um parque, uma praia...)
  • Ter em mente que você sempre poderá falar com algum membro da escola
  • Ser paciente, pois passar pelo choque cultural é um processo natural e que requer tempo para se adaptar a nova cultura e vida
  • Tenha calma consigo mesmo. Tenha em mente que a maioria das pessoas passa por situação igual.
  • Não exija tanto de você. Tenha em mente que é necessário tempo para adaptação.
  • Se exercite. Os exercícios ajudam você a liberar o stress e enfrentar a solidão.
  • Faça atividades de relaxamento como yoga e meditação
  • Mantenha contato com familiares e amigos
  • Permita-se sentir triste ou com saudades de casa
  • Estabeleça objetivos diários simples
  • Tenha em mente que é normal não se sentir 100% satisfeito com sua vida no exterior. Todos os lugares possuem experiências positivas e negativas.
  • Sempre pense mais nos aspectos positivos do que nos negativos
  • Busque ajuda. Não fique se lamentando sozinho e tente compartilhar o sentimento.

 

 

Bagagem

Aqui temos uma lista de itens que você deve levar na viagem:

Roupas:

  • Shorts
  • Jeans / Calças
  • Blusa de moletom
  • Jaqueta
  • Camisas
  • Tops sem mangas
  • Saias, vestidos de verão
  • Tops de manga longa
  • Bikini / maiô
  • Meias e roupas íntimas
  • Chapéu de sol
  • Luvas
  • Gorro
  • Tênis esportivo
  • Chinelos / Sandálias
  • (Caminhadas) Botas
  • (Praia) Toalha
  • Roupa de cama (se necessário)

Produtos de higiene pessoal:

  • Sabonete
  • Escova de dente
  • Shampoo
  • Loção hidratante
  • Maquiagem
  • Desodorante
  • Navalha e creme de barbear

Outros:

  • Guarda-chuva
  • Câmera
  • Mochila
  • Dicionário
  • Protetor solar
  • Óculos de sol
  • Materiais de estudo, caderno, mochila, etc.
  • Cópia de documentos importantes: passaporte, cartão de crédito, Visto,...
  • Outros documentos importantes: carteira internacional, certificado de mergulho,...

Bagagem de mão para vôo:

  • Visto (se necessário)
  • Passaporte
  • Dinheiro (dinheiro e cartão de crédito, se disponível)
  • Caneta
  • Pacote de informações sobre escola ou alojamento
  • Jaqueta
  • Par extra de meias (especialmente para vôos longos)
  • Informações sobre o vôo
  • Headphones
  • Hidratante para o nariz e olhos (especialmente para vôos longos)
  • Toalha
  • Computador / mp3 player / livros
 

Jet Lag

A sensação de desorientação provocada pela mudança da hora em diferentes fusos horários é conhecida como Jet Lag. Apesar de poder durar uma semana ou até mais, o normal é que os viajantes se adaptem ao novo horário em 2 ou 3 dias. O Jet Lag pode ser evitado dormindo no avião e tentando se ajustar rapidamente a nova zona horária.

Sugestões para enfrentar o Jet Lag:

  • Se você está viajando para o oeste, tente dormir o mais tarde possível por 2 ou 3 dias antes da viagem. Isso deixará a adaptação mais fácil.
  • Se você dormir no avião, tente usar o horário local de destino.
  • Use tapa olhos.
  • Tente maximizar o seu conforto.
  • Use tapadores de ouvido para reduzir o barulho.

Sugestões para a adaptação ao novo fuso horário:

  • Mantenha-se exposto à luz do dia para “reiniciar” seu relógio biológico.
  • Beba com moderação bebidas compostas por cafeína durante o dia.
  • Evite bebidas alcoólicas pelas primeiras horas antes de dormir à noite
  • Use técnicas de relaxamento.
  • Evite exercícios exagerados próximos à hora de dormir
 

Antes de viajar

Verificar:
  • Se seu vôo está confirmado e a escola possui as informações atualizadas da sua hora de chegada
  • Se você tem o endereço da sua acomodação e um telefone para contato.
  • Se você já possui o bilhete aéreo, passaporte e visto (caso exigido).
  • Se você já possui sua carteira ou bolsa com alguma quantidade de moeda local para alguma emergência ou telefonema no momento da chegada (seu celular pode não funcionar em alguns destinos).

Você também pode entrar em contato conosco por aqui

Contato